Dranka

Pela primeira vez na história da região metropolitana de Curitiba, teremos um candidato a prefeito utilizando tornozeleira eletrônica. O fato curioso ocorrerá em Piên. O candidato Gilberto Dranka, que já foi prefeito do município, vai tentar voltar a prefeitura .

Dranka é acusado no duplo homicídio que chocou a cidade logo após a eleição de 2016, quando o prefeito eleito Loir Dreveck foi assassinado. Dranka foi preso e apontado como um dos mandantes do crime, destaca a Radio Banda B.

Após um ano na cadeia, o ex-prefeito aguarda a decisão final em liberdade monitorada. Como ainda não foi julgado, ele tem o direito de concorrer a eleição municipal

Gilberto nega as acusações: “Eu sou inocente. Não mandei matar, não matei ninguém. Vou provar minha inocência”, diz.

 

RECOMENDADOS:

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta