Foto: REUTERS / Lindsey Wasson

Em grave momento da pandemia de Curitiba, mais uma má notícia foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná.

O órgão confirmou a primeira reinfecção para o vírus SARS-CoV-2 no estado nesta quarta-feira (17). Uma mulher de 39 anos, residente em Curitiba, teve a primeira amostra coletada no dia 15 de junho de 2020 e a segunda em 24 de fevereiro de 2021, positivando para a infecção nas duas ocasiões.

O sequenciamento genômico do vírus foi feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Rio de Janeiro, após envio de amostras pelo Laboratório Central do Estado (Lacen).

O caso de reinfecção teve a primeira confirmação para a linhagem B.1.1.28 e a segunda para a P.2. O intervalo entre os dois resultados foi de 254 dias. Segundo protocolos do Ministério da Saúde, após três meses pela infecção do mesmo vírus ou suas derivações, o caso é de reinfecção.

“O vírus está em franca e comunitária transmissão. Por isso, temos que continuar com os cuidados, mantendo a etiqueta respiratória, usando máscara e higienizando as mãos. Evitar sair de casa, aglomerações, mesmo quem já tomou a vacina”, afirmou o secretário Beto Preto.

Além deste caso, a Sesa também já registrou dez novos casos da variante P1 e um caso da variante B.1.1.7. Ao todo, o Estado já confirmou 43 casos da variante P1 e três casos da variante B.1.1.7.

AEN

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta