Ônibus curitiba
"Foto: Cassiano Rosario / Gazeta do Povo"

No último sábado (10) ampliou-se a lotação máximas dos ônibus da capital, que agora opera com 70%. Para a hora do embarque em terminais subiu para até 50%.

Ou seja, os ônibus podem sair dos terminais com até 50% da lotação máxima, e ao longo dos trajetos não poderão ultrapassar 70%. O controle será feito de modo visual por cobradores e motoristas.

De julho até a data de publicação do decreto, os ônibus não poderiam ter mais que 50% da lotação, bem como só poderiam deixar os terminais com até 30%.

O acréscimo foi de 20%, conforme informa a Tribuna, foi publicado no decreto municipal 1350, que saiu ainda na sexta-feira (9).

Conforme comentou a Urbs, a frota está adequada para o volume de 350 mil pessoas, demanda diária durante a pandemia.

Curitiba vem obtendo uma flexibilização das normas para o enfrentamento do Covid-19, apesar de continuar em bandeira laranja, de alerta, desde o dia 21 de setembro.

O mesmo decreto também prevê a abertura de cinemas, teatros e museus com até 50 pessoas.

 

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta