Foto: Ricardo Marajó / SMCS

Via que integra os bairros Cabral, Bacacheri, Boa Vista, São Lourenço e Abranches, a Rua Holanda passará a oferecer mais segurança e conforto a motoristas e passageiros que por ela trafegam. Desde o dia 20 de maio, a rua está recebendo obras de pavimentação que alcançarão os 1.520 metros do trecho entre a Avenida Paraná e Rua Simão Mansur.

As melhorias na Rua Holanda fazem parte do programa de recuperação da malha viária implementado pela Prefeitura de Curitiba desde 2017. Já foi requalificado o pavimento de 622 ruas e seus mais de 366 quilômetros.

Nesta quinta-feira (28/5), o prefeito Rafael Greca e o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, vistoriaram o andamento das obras, que têm a previsão de serem concluídas até o fim da próxima semana.

“A Rua Holanda se junta com a Simão Mansur, também requalificada, e com a Professor Nilo Brandão para chegar até a Mateus Leme. É um grande eixo de ligação entre os bairros Cabral, Bacacheri, Boa Vista, São Lourenço e Abranches. É assim que vamos refazendo a malha viária de Curitiba”, apontou Greca.

O secretário informou que a equipe irá concluir as obras na Rua Holanda e partirá para outras duas ruas no Bacacheri.

“Terminada a pavimentação da Holanda, os trabalhos irão começar na Jovino do Rosário, entre Desembargador Antonio Leopoldo dos Santos e a Antônio Lago (365,80 metros) e, na sequência, na João Gbur, no trecho entre a Fernando de Noronha e a Desembargador Antonio Leopoldo dos Santos (330 metros)”, revelou Rodrigues.

Histórico de obras
Um recorte dos serviços de pavimentação executados na Regional Boa Vista, que além de Abranches, Bacacheri, Boa Vista e São Lourenço também é composta pelos bairros Atuba, Bairro Alto, Barreirinha, Cachoeira, Pilarzinho, Santa Cândida, Taboão e Tingui, mostra que 110 ruas hoje já contam com o pavimento revitalizado. Por enquanto, a regional tem 41.980 metros de asfalto novo.

Dentre essas 110 ruas, sete eram de saibro e passaram a contam com piso de asfalto, meio-fio e toda a infraestrutura de drenagem, com bocas de lobo e galerias de águas pluviais. As ruas Coronel Domingos Soares, Paulino Franco de Carvalho, Vera Lúcia Vieira Bartenick, Dozolina Slompo Lazarotto, Rio Araguari, Luciano Guimarães de Gracia e Victório Gabardo não têm mais a poeira dos dias secos e a lama dos dias chuvosos para incomodar seus moradores.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta