O doutor em Desenvolvimento Econômico pela UFPR Lafaite Neves, em artigo, alerta que o transporte transporte coletivo de Curitiba está morrendo por inanição.

Lafaiete afirma que os usuários da capital paranaense estão deixando o outrora modelo de transporte coletivo porque, a seu ver, tem a tarifa mais cara do País.

Segundo o Conselheiro Lafaiete Neves, em 10 anos, o sistema perdeu 800 mil passageiros. Nesse mesmo período, a população na capital paranaense cresceu cerca de 300 mil pessoas.

Além disso, o especialista, que é membro do Conselho da Cidade de Curitiba (CONCITIBA), afirma que há o incentivo para os veículos individuais; desintegração do transporte público; e o gosto pelos aplicativos tipo UBER.

Para ler a íntegra do artigo do Conselheiro Lafaiete: Clique aqui.

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta