Um policial que se recusou a pagar pela sua própria alimentação em estabelecimento comercial, foi preso no shopping popular do Capão Raso, em Curitiba. Ele foi acusado pelo crime de concussão, quando um agente público exige vantagem indevida. O soldado exigiu que lhe fossem dados lanches e bebidas, em troca de proteção policial, destaca o Portal Banda B

De acordo com descrições do B.O., o dono de uma lanchonete foi avisado por sua funcionária que o policial em questão queria ‘comer de graça’. ‘Sou policial militar e vou comer e beber a vontade, beleza?’. No documento consta também informações de que o soldado estaria bastante alterado e com visíveis sinais de embriaguez.

A Polícia Militar confirmou o caso e ainda confirmará se será aberto um processo interno para apurar a conduta do soldado.

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta