Foto: Divulgação

Após dois anos suspensa devido a pandemia, a Festa Julina Árabe será realizada no sábado (2) e no domingo (3), a partir do meio-dia, em Curitiba.

O evento é organizado pela comunidade árabe que frequenta a Igreja Ortodoxa Antioquina de São Jorge. A expectativa é superar a marca de 10 mil pessoas que passaram pela festa em 2019.

A comunidade da Igreja é formada por árabes de vários países. A maioria tem origem síria e libanesa, mas também há jordanianos, palestinos e pessoas com as mais diversas ascendências.

Na última semana, mais de 100 pessoas começaram os preparativos para receber os convidados.

São mais de 200 kg de trigo para quibe, 400 kg de carne e outros 300 kg de frango para preparar os pratos árabes oferecidas na festa. Além de mais de cinco mil doces árabes, haverá também a venda de mais 60 kg de bolo de São Jorge.

Confira o que será vendido na festa:

– esfirra de carne
– shawarma de frango
– sanduíche de falafel
– bolinho de falafefel
– quibe frito
– quibe assado
– espetinhos de carne
– namura
– ataif
– mamul
– graib
– quentão
– pinhão
– bebidas em geral.

“Vamos usar muitos temperos árabes para fazer todas essas comidas. Só para o shawarma de frango são usados mais de vinte temperos”, disse o padre Saaman Nasri.

Antes do começo da festa no domingo, 10h30, haverá uma missa em que o padre vai explicar em português toda arquitetura da Igreja Ortodoxa Antioquina São Jorge. Parte da liturgia será realizada em árabe.

A Igreja Ortodoxa Antioquina São Jorge fica na Rua Brigadeiro Franco, 375, no bairro Mercês.

Fonte: G1

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta