Foto: Cido Marques/FCC

O Carnaval curitibano será novamente celebrado em ambientes virtuais. A decisão pelo formato digital da festa popular foi tomada nesta terça-feira (21/12), pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC), em atendimento ao pedido da Liga das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Curitiba e Região Metropolitana.

Em setembro a FCC lançou edital de apoio às comunidades carnavalescas da cidade deixando o formato dos projetos flexível, podendo ser tanto virtual como presencial, dependendo do cenário da pandemia.

“O apoio às nossas tradicionais escolas de samba e à economia criativa que gira em torno da festa popular está garantido. Embora a pandemia em Curitiba esteja controlada, vamos seguir o caminho da prudência”, disse Rafael Greca.

O pedido da Liga das Escolas de Samba pelo formato digital do Carnaval tem respaldo do Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba.

Verba Pública:

O edital do Fundo Municipal da Cultura contemplou oito escolas de samba e três blocos carnavalescos. O valor total do edital foi de R$ 600 mil e assim como na edição anterior, o Carnaval 2022 será celebrado com exibições virtuais dos aprovados.

Transmissão

Os vídeos produzidos serão transmitidos nos dias do Carnaval pelas redes sociais da Prefeitura, da FCC e também no Coreto Digital do Passeio Público.

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta