Foto: Pedro Ribas/SMCS

O casal Andressa e Rafael Ruaro, acompanhado da filha Valentina, de 5 anos, chegou cedo às Ruinas de São Francisco para assistir a segunda apresentação do balé O Quebra-Nozes, na noite de quinta-feira (9/12). “Queríamos muito trazer a Valentina para assistir ao espetáculo, que é lindo. Vale realmente a pena vir com a família”, contou a perita judicial.

O agendamento para assistir ao balé foi feito pelo marido, Rafael, que também já garantiu ingressos para os circuitos natalinos drive-thru do Parque Barigui e Náutico, outras atrações do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021. “Estamos tentando ir na maioria das atrações do Natal deste ano”, disse o analista de sistemas. A família, que mora no bairro Portão, já foi ao Parque Tanguá, onde Valentina passeou de carrossel, e também conferiu decorações, como no Jardim Botânico e as que se espalham pelo Centro, como no Passeio Público e Rua XV.

Por conta da capacidade de público do local, o balé O Quebra-Nozes tem agendamento no site da programação (já esgotado) e, por ser uma atração ao ar livre, em caso de mau tempo, poderá ser cancelado. O espetáculo tem duração de 1 hora e 20 minutos.

A cabeleireira Simone Prates levou as filhas Aline, 17 anos, e Suzane, 23 anos, para assistir ao balé nas Ruínas. “Fiz questão de agendar para a gente assistir ao balé, que é emocionante, e também vamos ver o drive-thru do Passeio Público e do Barigui”, afirmou ela. Moradoras do bairro Campo Comprido, Simone e as filhas têm acompanhado, nos últimos anos, a programação de Natal. “É muito bom ter este clima de Natal por toda cidade. Este ano, está ainda mais sensacional”, avaliou a cabeleireira.

Obra-prima
Até o próximo domingo (12/12), às 20h, o público continuará a se emocionar com o balé O Quebra-Nozes nas Ruínas de São Francisco, no Centro Histórico. A história encenada no espetáculo, que tem patrocínio do Banco do Brasil, é uma verdadeira fábula sobre a transição da infância para a adolescência.

O palco ao ar livre nas Ruínas ainda tem como cenário a árvore de Natal de luz, uma estrela de Belém e a iluminação do Belvedere da Praça João Cândido, ao fundo.

Criada por PyotrIlych Tchaikovsky, em 1891, a obra-prima da dança conta a história da menina Clara que, em sonho, viu seu estimado presente de Natal – um quebra-nozes em forma de boneco – se tornar soldado e liderar um pelotão. No espetáculo, destacam-se coreografias inspiradas em danças espanhola, árabe, russa, chinesa, a valsa das flores e a dança da fada.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta