Foto: Leo Correa/AP

Na quinta-feira (16), os presos da Penitenciária Estadual de Piraquara 1 (PEP I), na Grande Curitiba, foram testados para coronavírus. De 67 detentos, 56 foram diagnosticados com a Covid-19.

Segundo a direção da penitenciária, os presos apresentam sintomas leves ou estão assintomáticos.

A direção também informou que para evitar o aumento do número de contaminados, a unidade vai suspender as atividades e movimentações durante 14 dias.

O Complexo Médico Penal vai dar apoio ao setor de enfermagem da unidade durante esses dias, para que seja realizada a testagem massiva dos presos.

Ainda conforme a direção, todos os servidores que quiserem ser testados ou apresentarem sintomas serão encaminhados ao Hospital Oswaldo Cruz, para testagem “drive thru”.

“A gestão desta unidade junto ao setor de enfermagem e a equipe médica do CMP não medirão esforços para conter o avanço da contaminação do Covid-19 dentro desta PEP I. Contamos com a compreensão de todos”, afirmou a direção.

Na sexta-feira (17), o boletim da Sesa, registrava, em Piraquara, 560 casos confirmados e 31 mortes pela doença.

O Sindicato dos Policiais Penais do Paraná disse que vai pedir que todos os servidores da penitenciária sejam testados e que aqueles que vão trabalhar na quarentena recebam equipamentos de proteção semelhantes aos usados em hospitais.

Fonte: G1

RECOMENDADOS:

Deixe uma resposta