Após a entrega de um documento pedindo a reabertura dos shoppings e galerias de Curitiba, os representantes dos estabelecimentos se preparam para reabrir. Pelo menos isso é o que se ouve nos bastidores, com avisos aos lojistas de que os shoppings voltam a funcionar já na segunda-feira (25). A prefeitura de Curitiba nega a informação.

A Associação Comercial do Paraná enviou na segunda-feira (18), um documento para o Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, pedindo a reabertura dos shoppings, que já estão fechados a mais de dois meses. Junto ao pedido, foram enviadas regras para que os shoppings e galerias possam funcionar com segurança.

Nesta quinta-feira (21), começaram a circular várias cartas encaminhadas pelos representantes dos shoppings aos lojistas. Segundo os informes, os empreendimentos reabrem já na segunda-feira.

As cartas circulam em pelo menos dois shoppings. Em um deles, o Shopping Palladium, o empreendimento até agradeceu

“as autoridades pela compreensão e abertura ao diálogo neste momento tão crítico, tanto para a economia, quanto para a saúde do nosso país”.

Em nota, a assessoria de imprensa do shopping – que confirmou o documento – disse que vai esperar.

“O shopping aguarda as determinações das autoridades de saúde para retomar as atividades com segurança, adotando todas as medidas necessárias para que isso aconteça da melhor forma possível para todos”.

O ParkShoppingBarigui também diz que o decreto autorizando o funcionamento vai sair.

“Enviamos esta circular para que vocês também possam se preparar para esta data. Até o final desta semana devemos receber mais detalhes e informações e dividiremos com vocês“, diz o comunicado enviado aos lojistas.

A assessoria de imprensa do ParkShoppingBarigui não se pronunciou.

Em nota, a prefeitura de Curitiba negou que o decreto autorizando o funcionamento dos shoppings já esteja certo para sair.

“Por parte do município ainda não há nenhuma manifestação a respeito da reabertura dos shoppings”.

Já o governo do Paraná reforçou que a medida depende da Secretaria de Estado da Saúde.

“Qualquer decisão sobre o funcionamento de serviços considerados não essenciais deverá passar antes pela validação da Secretaria de Estado da Saúde, onde atua um comitê de especialistas que avalia eventuais solicitações de retomada de atividades econômicas”,

O dilema sobre os shoppings continua nas redes sociais, porém, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas, Fábio Aguayo, fez um post como se já soubesse que a abertura viria.

“Fico feliz que o acordo governamental selou a volta dos shoppings centers em Curitiba, especialmente praças de alimentação, centros comerciais e complexos gastronômicos, pois nas principais cidades do Estado estão trabalhando, por aqui agora precisamos readaptar as Casas Noturnas“, disse.

Fonte: RICMAIS

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta