Em meio a pandemia do Coronavírus, as escolas particulares anunciaram a criação de um plano de retomada gradativa das aulas no Paraná. Segundo o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado do Paraná (Sinepe/PR) as atividades seriam retomadas de forma paralela à reabertura econômica no estado, com todas as medidas de prevenção recomendadas para o combate ao coronavírus.

Mas, apesar da tentativa, ao responder uma pergunta nas redes sociais, o governador Ratinho Junior, afirmou que as aulas no Estado só devem ser retomadas no segundo semestre.

De acordo com a presidente do sindicato, Esther Cristina Pereira, a preocupação do plano é, prioritariamente, atender aos filhos das famílias que trabalham em serviços essenciais. A retomada gradual das aulas deve ser feita respeitando o distanciamento social e as medidas de prevenção como uso de álcool gel e higienização frequente das mãos.

De acordo com Esther, as escolas particulares estão estruturadas e preparadas para cumprir os protocolos de saúde. Ela diz que a retomada das aulas é viável já que, na avaliação da presidente, o sistema de saúde pública do Paraná está em um patamar que possibilita a transição.

Entre as medidas que compõe o plano, está a organização para que os alunos mantenham uma distância de 1 m² entre elas e as demais pessoas; higienização permanente das escolas e álcool gel 70% com fácil acesso.

Segundo o Sindicato, o plano foi entregue para análise dos órgãos de saúde.

Fonte: Band News

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta