Foto: RPC Foz do Iguaçu/Reprodução

O Rio Iguaçu nas Cataratas, em Foz do Iguaçu, no Paraná, está há mais de três meses com a vazão abaixo da média normal, que é de 1,5 milhão de litros por segundo, segundo a Copel, responsável pelo monitoramento hidrológico do rio. Ainda de acordo com a companhia, a última vez que as Cataratas teve a vazão média normal foi no do dia 18 de janeiro de 2020.

Na manhã de terça-feira a vazão das quedas d’água era de 334 mil litros de água por segundo, o que representa 22% do volume normal.

“Daqui para frente o cenário promete mudar. Na reta final de abril deve ocorrer uma mudança pontual, com chuvas não tão bem distribuídas, a partir do dia 28 de abril”, explicou a meteorologista Amanda Souza.

Segundo Amanda, no momento, há um bloqueio atmosférico no Oceano Pacifico não permitindo o avanço de frentes frias. Mas a partir do final de abril, a expectativa é de que uma frente fria quebre esse bloqueio e as chuvas cheguem de maneira rápida e pontual no estado.

O Parque Nacional do Iguaçu está fechado para visitação deste o dia 18 de março. A medida é uma forma de prevenir a propagação do novo coronavírus.

Fonte: G1

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta