O EstaR Eletrônico, que automatiza a utilização de vagas do Estacionamento Regulamentado, em Curitiba, começa a operar nesta segunda-feira (16/3).

O modelo eletrônico ainda vai conviver com os antigos cartões até o 10 de maio. A partir de então, os bloquinhos não serão mais aceitos. O usuário pode trocá-los até 10 de junho por créditos do EstaR Eletrônico. A troca será feita nos postos da Urbs da Rodoferroviária (sede) e das Ruas da Cidadania.

Para usar o EstaR Eletrônico deve-se comprar o crédito via app de celular ou em pontos de venda físicos e indicar o local onde irá deixar o veículo, a placa e o tempo de permanência. Os créditos vão funcionar de forma fracionada, de 15 em 15 minutos. A fração de 15 minutos de estacionamento custará R$ 0,75 e a hora cheia R$ 3. Caso tenha que mudar o carro de área, uma nova compra deverá ser feita.

Já existem oito aplicativos homologados para fazer a venda de créditos: Zul Digital (On Tecnologia de Mobilidade Urbana S.A.), Faz Digital Curitiba (Inova Soluções em Tecnologia e Gestão Ltda.), Transitabile (Transitabile Sistema de Controle de Vagas Automotivas Ltda.), Meu Estar (Iomob), Cidatec, El Parking (El Parking), Digipare (Areatec) e Amaralina.

O motorista se inscreve no app da sua preferência e coloca o número da placa, sua localização, o tempo de permanência e faz o pagamento. O limite de permanência varia de uma a duas horas. Em todo o perímetro da área calma, a permanência máxima é de 1 hora.

Segundo o presidente da Urbs, a plataforma irá avisar quando o prazo de estacionamento estiver se encerrando, dando a opção de renovação para mais um período, caso não exceda o limite máximo de duas horas.

Conforme o artigo 181 do CTB, a multa por estacionamento irregular é considerada grave e custa R$ 195,23 e mais cinco pontos na CNH. Hoje, quando o motorista estaciona em áreas onde é exigido o EstaR sem cartão, é apenas avisado de que está cometendo uma infração e tem até cinco dias úteis para regularizar a situação, comprando um bloco de cartões. Com o sistema digital, a regularização da infração por estacionamento irregular terá os mesmos cinco dias úteis para ser feita, mediante o pagamento de R$ 30, que não se transformará em crédito. O prazo de regularização de cinco dias, no entanto, vai valer só até o fim do ano.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta