Na segunda-feira (02) o Hospital Evangélico inaugurou a sua nova unidade de internação. As instalações de alto padrão contam com apartamentos compartilhados, individuais e suítes, que foram baseadas nos melhores conceitos de hotelaria para garantir maior conforto e privacidade aos pacientes e acompanhantes.

A nova unidade faz parte das melhorias implementadas pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie, desde que assumiu a gestão do hospital em janeiro de 2019. No ano passado a construção de uma nova ala pediátrica (aumento de 35 para 100 leitos) e de um novo pronto-socorro com 50 leitos e novos equipamentos possibilitaram um aumento de 24% no número de atendimentos em relação a 2018.

Ao todo foram 263 mil atendimentos a mais, passando 1.101.244 em 2018 para 1.364.844 em 2019. Além disso, o hospital ampliou os atendimentos de alta complexidade. O número de cirurgias gerais cresceu 31%, passando de 18 mil para 24 mil procedimentos. O maior salto numérico se deu nas consultas eletivas: de 179 mil em 2018 pulou para 268,5 mil em 2019 – 50% de acréscimo. O novo pronto socorro possibilitou aumento de 23% nos atendimentos de urgência e emergência – 67 mil em 2018 e 83 mil em 2019.

Em 2019, o investimento foi de R$ 12 milhões, o que possibilitou o aumento no atendimento.

O objetivo, segundo o diretor-geral, Dr. Rogério Kampa, é transformar o Hospital Evangélico em referência na cidade, mas sem abandonar os atendimentos pelo SUS. Do total de atendimentos realizados 94% são pelo Sistema Único de Saúde.

Ao todo são 475 leitos (416 SUS e 59 convênios e particulares), dos quais 39 de UTI adulto, 20 de UTI neonatal e 10 de UTI pediátrica. A implantação de uma nova UTI com mais 10 leitos específicos para queimados, já está em andamento.

Para 2020, ainda deve ser construído outro bloco hospitalar com cinco andares, onde vai funcionar o novo ambulatório.

Fonte: Banda B

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta