As obras do Plano Cicloviário, desenvolvido pelo Ippuc e lançado pelo prefeito Rafael Greca, estão avançando em Cuririba. O objetivo é dobrar os caminhos seguros para ciclistas na capital.

Obras no trecho intercampi, que integra com ciclofaixas o campus de Comunicação e Artes ao campus de Agrárias da UFPR, estão em andamento. Ao todo a estrutura Intercampi terá 3,4 quilômetros de extensão.

Nesta gestão, já foram implantadas 10 quilômetros de novas estruturas ciclovíárias, sendo 3,1 quilômetros na Avenida Manoel Ribas, 2,6 quilômetros na Avenida da Integração, 1,7 quilômetro no Binário Nova Aurora/Ourizona e 2,6 quilômetros em trechos das ruas Konrad Adenauer, Dante Angelote e José Zgoda, no entorno do Jockey Plaza Shopping, no Tarumã.

No eixo estrutural sul, a Avenida República Argentina também vai contar com estrutura cicloviária interligada à ciclofaixa já existente na Avenida Sete de Setembro. Serão 5,8 quilômetros desde a Praça do Japão, pelo eixo da República Argentina, no sentido sul. A infraestrutura vai ser implantada em conjunto com o Ligeirão Sul até o Pinheirinho, cujas obras estão em processo de licitação.

No Plano Cicloviário ainda estão previstos outros 7,7 quilômetros na região do Pinheirinho.
Também na ligação do Setor Estrutural Oeste mais 10,5 quilômetros. Estão previstos também 7,5 quilômetros no Jardim das Américas e Cajuru próximo ao Centro Politécnico da UFPR.
Dentro do Plano de Estrutura Cicloviária também está prevista a ativação de uma malha com 15,5 quilômetros de estrutura cicloviária para o CIC.

O processo de implantação do Plano de Estrutura Cicloviária segue o cronograma de projetos e obras viárias. Paralelamente a isso, a Setran tem investido na recuperação e manutenção da malha existente.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623

Deixe uma resposta