Na última segunda-feira (27), cerca de 200 motoristas de aplicativos fizeram um protesto na frente das prefeituras de Curitiba e São José dos Pinhais. Diante do ocorrido, o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia, prometeu que vai debater com as prefeituras a criação de um cadastro único de motoristas de aplicativos, como Uber, 99 e Cabify.

O anúncio da Urbs agradou os representantes dos motoristas. O cadastro único em Curitiba e RMC deve facilitar a vida dos motoristas, que não precisariam se cadastrar em cada uma das cidades. Além disso, facilitaria também a mobilidade urbana, já que os veículos poderiam atender corridas nos municípios próximos.

O cadastro dos motoristas termina nesta sexta-feira (31), em Curitiba. O cadastro deve ser feito no site da Urbs. Após o dia 31 de janeiro, vai ser feita a fiscalização dos motoristas cadastrados por agentes do Setran.

Já em São José dos Pinhais, a prefeitura regulamentou o serviço no dia 15 de janeiro. Entretanto, a cidade tem grande fluxo de corridas por causa do Aeroporto Afonso Pena e mudou o decreto depois das reclamações dos motoristas. O tempo útil dos veículos também subiu de cinco para seis anos, ao invés de 2015, podem circular carros fabricados em 2014. Na capital, os veículos podem ter sete anos de uso, ou seja, fabricados em 2013. A proposta feita pelos motoristas é subir para oito anos.

Curta nossa página no facebook: 8cc74bfbefd94a7c24d9d666a51f0623